Giovanna Ewbank: "Marina me procurou e nos resolvemos" - Notícias Celebridades Tv

Hot

Post Top Ad

quarta-feira, 8 de maio de 2019

Giovanna Ewbank: "Marina me procurou e nos resolvemos"


A atriz e apresentadora, mulher de Bruno Gagliasso, foi citada na mídia por diversas vezes como um dos nomes principais de
toda a polêmica que envolveu a separação de Débora Nascimento e José Loreto. Por conta de um 'unfollow' em Marina Ruy Barbosa, que foi acusada de ser pivô do fim do relacionamento dos atores, verdadeiras torcidas organizadas se formaram na internet e os fãs ficaram divididos entre Giovanna e Marina.
Após as duas sentarem para conversar – o que Giovanna conta nesta entrevista ter sido uma iniciativa que partiu de Marina – a atriz resolveu falar com exclusividade e pela primeira vez sobre o assunto, e revela qual o saldo tirou de toda essa história.
No ar em dois programas no GNT e com muito sucesso no Youtube, Ewbank também conta quais sonhos profissionais ainda busca alcançar. Mãe de Titi, que completa mês que vem 6 anos, ela revela que tem planos de, em breve, aumentar a família.
Leia a entrevista completa com Giovanna Ewbank:
 Passado todo esse turbilhão em que diversos famosos tiveram seus nomes envolvidos. Qual saldo você tirou disso tudo?
GIOVANNA EWBANK: O saldo todos nós sabemos: a vida real é bastante diferente da virtual e acredito que temos que repensar cada dia mais o uso das redes sociais. Esse caso nos mostrou que as pessoas estão muito focadas em observar as outras e falar sobre suas vidas e sentimentos sem qualquer
responsabilidade. Fui uma das pessoas envolvidas nesse mar de fofoca e em nenhum momento fiz qualquer movimento que pudesse prejudicar alguém. Todos nós sabemos que, no fundo, relações não podem ser analisadas por uma foto, um follow ou um unfollow. A vida online não representa 10% de nossas vidas reais, que também são cheias de fragilidades, inseguranças, decepções… A internet tem o lado legal de aproximar pessoas, mas também criou um tribunal pesado. Além disso é preciso lembrar que somos humanos e humanos, eu ou você, erramos e acertamos. E evoluímos, sempre. E, claro, diria às pessoas que não acreditem em tudo que leem ou veem porque, como já disse, a vida precisa ir além das nossas telas de celular, a gente precisa é de afeto e não de like, unfollow ou follow.
Acha que poderia de alguma maneira se preservado mais? Ou acha que foi julgada demais?
Algumas pessoas que acompanham redes sociais acabam criando uma realidade paralela e a tomam como verdade. A partir disso criam julgamentos inimagináveis para histórias que, de fato, não conhecem. Isso é muito negativo para a vida online e para a real de todos os envolvidos. Eu aprendi muito com isso.
Fora das redes sociais e dos holofotes as coisas se resolveram de maneira mais fácil. Houve essa busca da sua parte? Ou foram outras pessoas que te procuram para resolver?
Marina me procurou um tempo depois de toda a confusão. Estávamos ambas fragilizadas com tantos ataques por conta de fakenews. Combinamos de nos encontrar para conversar quando estivéssemos mais calmas e, em dado momento, isso aconteceu e pudemos conversar. O que eu mais queria é que todos ficassem bem e resolver nossas questões como mulheres maduras e dispostas a olhar uma para a outra.
A conclusão é que evoluímos e que na vida nada é por acaso. Marina e eu já nos encontramos e nos desencontramos muitas vezes e sempre tivemos carinho e respeito mútuo. E assim segue sendo nossa vida real – e não a virtual.
E esta é a primeira vez que falo sobre isso porque precisei de distância para compreender o que acontecia e porque todas as pessoas envolvidas ou que foram envolvidas são humanos, repito. Com ações e reações humanas, que só acontecem quando pessoas nutrem carinho entre si. Marina e eu nos resolvemos por esta razão e porque sabemos que há muitas verdades criadas e poucas verdades reais. Posso dizer a minha verdade: fui uma das últimas pessoas a saber da história e quando ela tomou uma proporção maior, com acusações falsas de que eu teria qualquer papel nisto fiquei muito mal. Era um momento difícil em casa, envolvia saúde, e eu tinha que dar atenção ao meu marido e a minha família.
Você fez uma carreira nos últimos anos totalmente voltada para o lado apresentadora, sendo um nome forte no Youtube e também em canais pagos, como o GNT. É neste caminho que você quer seguir?
Sim. Eu me encontrei! Amo apresentar e sou muito feliz com meu ofício. Comecei na Globo e fui muito feliz lá. Tinha ainda o sonho de apresentar um programa no GNT, o que também consegui. Hoje tenho dois programas no canal, além do canal do Youtube do próprio GNT. No meu canal tenho liberdade e vivo o desafio de tentar me reinventar sempre. Estou feliz com meu caminho.
A Titi vai completar 6 anos de vida. Como você avalia esses últimos anos com a presença dela na sua vida? Como está sendo a experiência com a maternidade?
Minha filha mudou completamente a minha vida e visão de mundo. Ela é a grande razão do meu viver, ela estando bem e feliz eu também estarei. A maternidade nos transforma de uma maneira única, nós, mulheres viramos leoas, seguras, fortes… É algo que vem da natureza. Não consigo imaginar a minha vida sem a sua chegada.
Você e o Bruno estão planejando adotar outra criança? Planejam ter filhos de maneira natural?
É bom você me perguntar isso. Aprendi na vida que palavras "biológico" ou "natural" não fazem diferença quando ser mãe é a realização de amar incondicionalmente, criar, proteger e educar alguém. Com isso esclarecido, a resposta é sim! Queremos ter mais dois filhos, mas no tempo de Deus, como e quando ele quiser! (risos)
Qual sonho profissional e pessoal você ainda tem o desejo de realizar?
Um desejo a realizar? Difícil… Posso sonhar? Fazer um "Na Cama com a Beyoncé" pro meu canal! É sério!
Sou muito realizada profissionalmente, tanto com o GNT, quanto com meu canal, que foi construído com tanto amor. To sempre me desafiando, buscando ir além. Tenho um público expressivo e quero sempre oferecer conteúdos legais, que consigam informar e entreter, que é algo que sempre adorei fazer.
Na vida pessoal? Poxa, estou muito realizada e grata pela família que construo dia após a dia. Se melhorar estraga.

Fonte
Leo Dias https://leodias.blogosfera.uol.com.br/2019/05/08/giovanna-ewbank-marina-me-procurou-e-nos-resolvemos-de-forma-sincera/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad