Revoltada, Ana Maria protesta após PM agredir dona de lanchonete


Ana Maria Braga iniciou o "Mais Você" de hoje em tom de indignação e protesto contra um policial militar que agrediu a dona de uma lanchonete em Curicica, zona oeste do Rio de Janeiro. A apresentadora exibiu imagens da câmera de segurança que mostram o policial entrando no estabelecimento e agredindo a vítima com chutes e
coronhadas com um revólver.
"É uma indignação danada! Não posso deixar de dizer, mais um caso de violência gratuita. Um daqueles casos que a gente pensa, onde vamos parar? Do que é feita a massa humana? Do que é feita a cabeça ou coração de algumas pessoas?", desabafou a apresentadora. "O agressor é um cara que ganha o salário dele na PM para te proteger. O cara é pago pelo seu salário para te proteger em qualquer circunstância. Esse policial militar ficou insatisfeito com o sanduíche que recebeu em casa eu foi até a loja reclamar", disse.
Ana Maria relatou que o policial "puxou a mulher pelo cabelo, deu soco, pontapé, chutes". A apresentadora se mostrou transtornada com a violência: "O cara vem da casa dele... Por que não reclamou como um cidadão, como gente? Como confiar num cara desse?".
"Não vou nem dizer quais serão as medidas que eu sugeriria necessárias, mas sem dúvida esse não é um cara para estar na rua. Não quero encontrar esse cara em lugar nenhum. Quem é esse cara? Que louco! Muito maluco. Tem hora que não dá para ficar quieto. Desculpe se estou abrindo o dia de hoje assim. A morte parece tão banal, mas não é. Isso não pode acontecer. A gente espera satisfação para a sociedade para saber as medidas necessárias que serão adotadas com esse senhor, se é que posso chamá-lo de ser humano", disparou.
Ela informou que a vítima teve hematomas e levou três pontos na cabeça. A apresentadora afirmou que o caso será encaminhado para a corregedoria da polícia militar.

Nenhum comentário