Breaking News

Em ‘Verão 90’, João sai da cadeia com sede de justiça




É tempo de virada em “Verão 90”. Depois de três anos de prisão, pagando por um crime que não cometeu, João (Rafael Vitti) é solto e está pronto para recomeçar. Do lado de fora do presídio, o rapaz é recebido pela família e por Moana (Giovana Cordeiro), que sempre foi apaixonada por ele, enquanto Manuzita (Isabelle Drummond) observa tudo de longe, cabisbaixa.
— João não sai da cadeia com sede de vingança, mas de justiça. Ele acredita que, para ter sua vida de volta, é
necessário provar sua inocência. Aos olhos dele, não adianta ter cumprido a pena. É preciso que a sociedade não o veja mais como assassino, mas sim como um injustiçado — afirma Vitti.

O primeiro passo é tentar encontrar um trabalho. Moana o incentiva a procurar o ex-chefe da Rádio Maremoto, mas a conversa é desanimadora. O jeito, então, é ajudar a mãe, Janaína (Dira Paes), em seu restaurante.
— João entende que vai ser muito difícil recomeçar a vida sendo um ex-presidiário. Ele não sabe para onde ir, quais são as possibilidades de seguir em frente. Essa condição de impotência o deixa bastante abalado — conta o ator.


João é recebido na porta da prisão com festa pela família e por Moana
João é recebido na porta da prisão com festa pela família e por Moana Foto: Fabrício Battaglin/Rede Globo/Divulgação

Para piorar, o grande amor de sua vida cede aos encantos de seu pior inimigo. Manuzita se deixa ser beijada por Jerônimo (Jesuita Barbosa), e João assiste à cena, impactado:
— Ele acredita que Manu está namorando seu irmão, fica chocado, não consegue entender como ela se
deixou envolver por aquele invejoso — detalha Vitti: — João fica paralisado, num primeiro momento, e é tomado por um turbilhão de emoções. Sua vontade é quebrar a cara de Jerônimo, mas não pode fazer nada, por estar na condição de ex-presidiário. Então, tem que entubar essa mistura de ódio com tristeza.
A decepção amorosa que seu pretendente sofre é a oportunidade que Moana precisava para se instalar de vez no coração do lourinho...
— João dá uma chance para esse amor. Moana é tão legal, tão parceira, e os dois já tiveram um envolvimento sexual. Ele escolhe ficar com ela, para não sofrer mais — detalha Vitti.


Manu acompanha tudo de longe e chora ao ver Moana abraçada a João
Manu acompanha tudo de longe e chora ao ver Moana abraçada a João Foto: Fabrício Battaglin/Rede Globo/Divulgação

Já com Jerônimo, o rapaz não deixará barato. Ele vai até o apartamento do irmão despejar verdades. “Tô aqui pra te dizer que eu não vou desistir. Você acha que acabou comigo, mas eu vou me reerguer. E quando cê tiver tranquilão, vou aparecer e puxar teu tapete... O que aconteceu naquela noite, o que aconteceu de verdade com a Nicole, ainda vai aparecer. Você vai cair, Jerônimo. É gente demais pra cobrar a fatura!”, desabafa, deixando o vilão, literalmente, em pânico:
— João sai da cadeia um pouco mais duro emocionalmente. Ele tem vontade, sim, de ver o irmão se ferrando.


Manuzita se deixa envolver por Jerônimo
Manuzita se deixa envolver por Jerônimo Foto: João Cotta/Rede Globo/Divulgação
Sequestrado e de volta à delegacia
Como desgraça pouca é bobagem na vida do mocinho da novela das sete, João ainda se vê em mais apuros.
Primeiro, ele estranha ao assistir a Vanessa (Camila Queiroz) no comando de um
programa na PopTV e vai atrás dela, cheio de ironias. Na sequência, é perseguido por dois capangas e se percebe vítima de um sequestro-relâmpago, orquestrado por Duque de Kiev (Tarcísio Filho), marido da golpista, que o ameaça.
Recuperado do susto, João e Diego (Sérgio Malheiros) são abordados por um policial na rua. Por estarem sem documentos, os dois acabam sendo levados para a delegacia, mas acabam sendo liberados.
— Aos poucos, Joãozinho consegue ir dando a volta por cima — orgulha-se Vitti.

Nenhum comentário