Breaking News

Gugu Liberato, contou no "Programa do Porchat" sobre sua decisão de largar o SBT


Gugu Liberato analisou sua experiência apresentando o "Canta Comigo", que teve Débora Pinheiro como vencedora, na noite de quarta-feira (12). Ele contou no "Programa do Porchat" como foi a adaptação ao deixar de comandar um programa de auditório para apresentar
reality shows, como esse e "Power Couple" e sua saída do SBT

Gugu trocou de emissora, estreando na Record em 2009. "Foi uma decisão muito difícil para mim. Larguei o SBT após 35 anos. Queria um novo desafio, e a Record me possibilitava isso".

Sobre o novo tipo de programas que apresenta, foi honesto. "É mais difícil. Quando você apresenta um formato, tem que seguir regras, é muito delimitado. Não é como apresentar um programa. Mas foi muito gratificante, esse programa é mais bonito esteticamente, foi um presente da Record", disse, confessando ter saudade do que fazia antes.

"Existem animadores e apresentadores, eu me coloco como os dois. Eu estava sendo mais animador que apresentador nos meus programas. Sinto falta de animar, é muito gostoso fazer brincadeiras". E no "Canta Comigo", quais as dificuldades que encarou?

"Nos três primeiros programas foi muito difícil, no quarto começou a andar. Não é fácil um formato complexo como esse: são cem microfones
sendo operados, a mesa de som é impressionante, nunca tinha visto. Recebi vídeos do [programa] original da BBC ['All Together Now'], era muito difícil entender essa mecânica. Sou muito exigente comigo mesmo, até demais. É até chato, cobro a mim mesmo".

Já o "Power Couple Brasil" precisava de dedicação exclusiva. "Exigia muitas horas, não dá nem para viajar. Em alguns dias chegava 10 da manhã e saía 2h da madrugada. Tem muitas provas, muita demora, apostas. A convivência com os casais é quase nula, só converso com eles no estúdio e não vejo mais".

Nenhum comentário